sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Verdades e mentiras..

Dou por mim a pensar muitas vezes nisto de se mentir e de se dizer a verdade. Mas afinal mentimos porquê?
Porque queremos agradar a quem nos ouve?
Porque queremos que gostem de nós?
Porque temos vergonha do que fizemos?
Porque custa admitir atitudes?
E se assim é, porque não evitamos essas atitudes que mais tarde teimamos em "camuflar" com uma mentira? Tenho pra mim que a única coisa que fazemos quando mentimos é enganarmo.nos a nós próprios.
E isso nunca é bom.
Mas, vendo a coisa por outro ângulo, às vezes uma mentira, por mais inofensiva que pareça, (aquilo a que eu chamo "mentiras brancas") até dá jeito e serve pra evitar males maiores: sejam discussões com o/a namorado/a, seja não ter vontade de dar satisfações a quem quer que seja,... humm, mas mesmo assim, mentir por estas razões ou sejam elas quais forem, não faz sentido.
Uma mentira leva a outra e a outra e a outra e num instante a mentira torna.se um hábito e um recurso pra nos "safarmos" de represálias, olhares de lado e más impressões sobre nós, em qualquer situação. Quando nos apercebemos, estamos numa bola de mentiras, assim em jeito de "bola de neve", que quanto mais se desenvolve, maior fica. Não vale a pena mentir. Não vale a pena enganar os outros. Não vale a pena enganarmo.nos a nós próprios. A mentira abraça.nos no ínicio: pensamos ter a situação resolvida, menos uma "dor de cabeça". Mas, mais tarde ou mais cedo, ela estrangula.nos e pagamos essa mentira com juros. Não vale a pena. Apesar de tudo isto parecer óbvio e ser o mais correcto, continuamos a insistir em mentiras e a deixar a verdade guardada na gaveta.
Já chega.
E não interessa se percebemos isso por nós ou se são os amigos a servirem de reminder: o que interessa é que tentemos ser sempre sinceros. É a única maneira de não nos magoarmos, de não magoar quem gosta de nós e de não vivermos com aquele sentimento de culpa a latejar.
É que quando tivermos de dizer a verdade, ela vem embrulhada numa caixa tão grande que pra lá chegar demoramos muito tempo. Demasiado tempo.


obrigada à amiga que me fez olhar pra este assunto com "olhos de ver".

obrigada à amiga que me conseguiu perceber, apesar de tudo.

obrigada às amigas que me criticaram, que me ajudaram a crescer e que nunca, mesmo nunca, deixaram de estar do meu lado.

18 comentários:

il lato nero disse...

regra geral, mente-se porque os outros não gostam ou não querem saber da verdade.
Eu sou adepta da verdade, digo sempre o q acho, por mais q custe.
Mas por causa disso, passo por mau-feitio, falta de tacto, ou estraga-prazeres. Por isso o q tento fazer é calar-me. Omito. Mentir é q não consigo.

Fênix disse...

Um voto de parabens pelo post, um parabens ás amigas que tens, são amigos desses que precisamos, que nos façam ver quando estamos errados, que estejam ao nosso lado sempre que precisamos....

Isso da mentira, é um cancro que consome, sei bem o que é, não por mim mas por quem me rodeia muitas vezes, por diversos motivos mas que em nada é justificavel....

Gostei de te lêr....



Beijinho!

Rita disse...

:) love u

Saltos Altos Vermelhos disse...

A verdade é que por vezes uma não verdade é mais confortável do que dizer a verdade nua e crua. Mas tudo depende das situações em que se está a falar!

Precious disse...

a mentira é uma estupida, mas é uma estupida que as vezes dá um jeitaço!
mas concordo contigo quando dizes que muitas vezes ao mentir estamos.nos a enganar a nós proprios.. é verdade! é verdade sim ! mas é um assunto complicado...
quem nunca mentiu que atire a primeira pedra :p *

Pequenina disse...

Detesto que me mintam...

Estamos sempre a tempo de mudar e ainda bem que existem os amigos !!

Vou escrever algo no blog*

Vanessa. disse...

A verdade deve ser sempre dita, na minha opinião e, por muito que às vezes custe!

Mel disse...

Já se diz há muito tempo, mais vale uma verdade que dói 5 minutos, do que uma mentira que dói a vida toda...

Beijinhos!

Alguém disse...

É mesmo verdade... Além disso, sempre se diz que se apanha mais depressa um mentiroso do que um coxo. E aí é muito pior... Mal por mal, é melhor andarmos com as verdadinhas :)

beijinho

Rita disse...

Ei olha o fênix deu parabéns a mim também, hehe :)

Satine disse...

na verdade pensamos que estamos a mentir aos outros, quando a unica coisa que fazemos é iludirmo-nos a nos proprios.

enfim.. mas quando nos apercebemos disso, crescemos :) e é bom crescer e aprender com os erros.

kiss kiss*

Salto-Alto disse...

Gostei muito do texto, parabéns. Está muito bom! :)

Beijocas!

Patricia Daniela ♥ disse...

a verdade acima de tudo

_Malinha viajante disse...

Gostei do texto!!:)
Eu prefiro sempre saber a verdade,seja em que ocasião for...
bjs
_malinha

S.A. disse...

O caminho faz-se indo e caminhando...

(provavelmente enganei-me mais uma vez, mas tu percebes a ideia =))

Ninja! disse...

Hehe, acho que por muito que fujamos, somos um animal social, definimo-nos na relação com os outros!

Anónimo disse...

Curioso...
Não foram as histórias, não foram as palavras ditas com muito custo, nem os sentimentos de arrependimento que marcaram uma noite! Foi a mentira!
…E dps a verdade!!
Estar ali já era prova e a resposta que procuravas!! Porquê mentir..
Quero que saibas que é em cada verdade que digas que gostarei um pouco mais de ti e em cada mentira terás aquela cara de decepção!!Adorei o teu post!! ..Colei mm!
...Espero que o embrulho tenha sido o suficientemente grande!!!:)
Beijinho
Ass:
... colega barra. . .Amiga!:)***

Ci disse...

Pior do k mentir, é n aprender nada com isso...tu aprendeste e todos percebemos k n voltavas a errar!Amo-te,sis! (agr já posso dizer isto aki,pk o post já n é tao recente!)=P