domingo, 3 de outubro de 2010

Também eu se pudesse ir para Bali assim num estalar de dedos ficava com os problemas todos resolvidos


Adorei o livro quando o li há dois anos atrás. Aliás, agora que falo, acho mesmo que foi a minha melhor companhia naquele Verão que teve tanto de bom como de difícil. Adiante. Não se compara com o livro, como de resto acontece com a grande maioria, mas o filme é bom. Eu gostei. Só que o problema destes filmes que dissecam os problemas das mulheres - ou melhor, das mulheres que volta e meio estão metidas em relações que as fazem pensar demais - é que me deixam sempre a pensar em mim. Inevitavelmente acabo a fazer uma introspecção e introspecções quando se está cansado de uma semana de trabalho nunca dão bons resultados. De qualquer forma, o filme vale pela história, pelo desempenho da Julia Roberts que será sempre a Julia Roberts, pelas paisagens de sonho e por Itália, já que daqui a uns dias estou a entrar num avião pra ir deitar uma moeda à Fontana di Trevi e pedir um desejo que espero mesmo que se realize.

2 comentários:

marta. disse...

:) tenho de ver. e depois acho que tenho de ler.
tanta gente a falar bem, deve ser fantástico ^^
beijinho

Satine disse...

estou desejosa de ir ver :) **